Linhas de pesquisa

Pós-Graduação Instituto Carlos Chagas

Laboratório Biologia Celular (LBC)

- Dr. Maurilio José Soares - PROFESSOR PERMANENTE Biologia Celular de Tripanosomatídeos
Investiga a biologia celular e a ultra-estrutura de protozoários tripanosomatídeos, além da relação parasita X hospedeiro, com ênfase no estudo da endocitose de nutrientes por estes parasitas, caracterizando vias e proteínas do processo. Analisa o efeito tripanocida de óleos essenciais vegetais sobre as diferentes formas de desenvolvimento do Trypanosoma cruzi, na busca de potenciais novas drogas.

- Dra. Iriane Eger– PROFESSORA COLABORADORA (Universidade Estadual de Ponta Grossa) Biologia Celular
Investiga a biologia de tripanosomatídeos, principalmente em relação à infectividade e transporte de moléculas. Modificações pós-traducionais regulam a localização subcelular e função de proteínas, fenômeno ainda pouco compreendido em T. cruzi. O projeto faz a análise global de proteínas modificadas em T. cruzi, assim como o efeito do silenciamento gênico destas proteínas sobre o crescimento, diferenciação, infecção e atividade endocítica.

Laboratório de Genômica Funcional (LABGEN)

- Dr. Christian Macagnan Probst - PROFESSOR PERMANENTE
Os projetos envolvem caracterização em larga escala, através de diversas técnicas, de aspectos moleculares e celulares dos processos de diferenciação, resposta a estímulos ambientais e regulação da expressão gênica em Trypanosoma cruzi, dentre outros. Os principais projetos são: Análise transcriptômica dos processos supra-citados; Caracterização do interatoma protéico utilizando duplo-híbrido em leveduras; e Caracterização funcional básica de proteínas sem função conhecida

Laboratório de Regulação da Expressão Gênica (LRGEN)
- Dr. Augusto S P Ramos - PROFESSOR COLABORADOR
Glicoconjugados são fundamentais para a infectividade de diversos patógenos. Os doadores de açúcares (nucleotídeos-açúcares) são utilizados no complexo de Golgi, mas sua síntese ocorre no citossol. O transporte através da membrana do Golgi é realizado por transportados de nucleotídeos-açúcares (NSTs). O projeto investiga a caracterização de NSTs e das vias de síntese de nucleotídeos-açúcares específicos de Trypanosoma cruzi, por meio de técnicas de biologia molecular e bioquímica.

Laboratório de Virologia Molecular (VIROMOL)
- Dra. Claudia Nunes Duarte dos Santos - PROFESSORA PERMANENTE
Desenvolvimento de estudos epidemiológicos e moleculares de doenças virais emergentes (Flavivirus, Alphavirus, Arenavirus e Hantavirus). O projeto investiga a interação vírus X hospedeiro identificando marcadores moleculares de virulência e padrões de resposta imune e testa novos medicamentos e compostos químicos com atividade biológica para o combate à infecção pelo vírus da dengue.

- Dra. Ana Luiza Pamplona Mosimann - PROFESSORA COLABORADORA
Estudo da epidemiologia molecular do vírus da dengue sorotipo 3 na América do Sul: caracterização genética e biológica de novos isolados objetivando estabelecer relações que apontem para fatores de virulência das cepas em estudo.

- Dr. Juliano Bordignon - PROFESSOR PERMANENTE
Os projetos desenvolvidos abordam a interação patógeno (com ênfase em flavivirus) e o hospedeiro vertebrado, em especial a resposta imunológica antiviral. Adicionalmente, investiga o papel de microvesículas na resposta imunológica, o desenvolvimento de anticorpos monoclonais e antivirais.

- Dra. Pryscilla Fanini Wowk - PROFESSORA PERMANENTE
A compreensão dos mecanismos relacionados ao processo de imunomodulação que ocorre durante as infecções parasitárias é fundamental para o desenvolvimento de novas estratégias preventivas e terapêuticas. O objeto de estudo é o papel de células dendríticas, macrófagos, linfócitos e neutrófilos no processo infeccioso e a caracterização das microvesículas por elas secretadas ou por parasitas que participam da comunicação intercelular, assim como a sua atuação na modulação da resposta imune.

Laboratório de Proteômica e Engenharia de Proteínas
- Dr. Nilson Zanchin – PROFESSOR PERMANENTE Investiga os mecanismos de síntese de proteínas, biogênese de ribossomos e regulação da expressão gênica em células humanas. O trabalho desenvolve sistemas de expressão para proteínas e anticorpos recombinantes, visando aplicação em diagnóstico e terapia, além de ferramentas moleculares com potencial para inibir proteínas promotoras de tumor. Também caracteriza proteínas supressoras de tumor e analisa os mecanismos de interações macromoleculares.

- Dra Beatriz Guimarães - Caracterização estrutural de proteínas e ácidos nucleicos para o estudo de suas funções, mecanismos e interações com ligantes.  Além da cristalografia, técnicas de bioquímica e biofísica são utilizadas para o estudo estrutural e funcional das macromoléculas. Os projetos principais envolvem o estudo de ribonucleases envolvidas no processamento do pré-RNA ribossomal e de fatores de iniciação da tradução em tripanossomatídeos.

- Dr. Paulo Costa Carvalho - PROFESSOR PERMANENTE
Desenvolvimento de métodos experimentais e computacionais de espectrometria de massas aplicado à biologia e aplicação de técnicas proteômicas no estudo do câncer.

Laboratório de Imunopatologia Experimental (UEL)
- Dr. Phileno Pinge Filho - PROFESSOR PERMANENTE
Investiga os mecanismos que dirigem a participação de macrófagos (MØ) e células dendríticas (DC) no controle da infecção por T. cruzi. O foco está em elucidar a atividade funcional de MØ e DC durante a infecção e estudar o papel dos eicosanóides na modulação da imunidade celular. Como os fagócitos são cruciais no controle de infecções, o objetivo é usar as informações obtidas como alternativas imunoterapêuticas para doença de Chagas.

Laboratório de Imunopatologia de Doenças Negligencias - LIDN/UEL
- Dr. Wander R. Pavanelli - PROFESSOR PERMANENTE
Linha de pesquisa: Caracterização bioquímica, molecular, genética ou estrutural de agentes infecciosos e seus hospedeiros.

Laboratório de Biologia Molecular de Trypanosomatideos (BIOMOLTRIP)
- Dr. Stenio Perdigão Fragoso - PROFESSOR PERMANENTE Caracterização de proteínas do protozoário Trypanosoma cruzi, agente etiológico da doença de Chagas, que atuam na stabilização/desestabilização de mRNAs (proteínas com motivo CCCH zinc-finger), no processo de tradução protéica (P-loop GTPases), na manutenção e organização do kDNA (proteínas associadas ao cinetoplasto, KAPs), na organização, manutenção da estabilidade e segregação dos cromossomos (DNA topoisomerases, SMCs) e na organização da cromatina (NUP).

Laboratório de Regulação da Expressão Gênica (LRGEN)
- Dr. Samuel Goldenberg – PROFESSOR PERMANENTE Há dois projetos principais em andamento. O primeiro com objetivo de caracterizar e estudar os complexos mRNA-proteínas na modulação da expressão gênica usando T. cruzi como sistema modelo. O segundo é focado no papel e função de microvesículas (exosomes) durante a diferenciação do T. cruzi.

- Dra. Andréa Rodrigues Ávila - PROFESSORA PERMANENTE
Objetiva identificar os fatores envolvidos na via de exportação de RNA mensageiro em parasitas e investigar os mecanismos responsáveis pelo controle da expressão de genes por esta via. A função de proteínas ortólogas de mamíferos e específicas da via de exportação de RNA mensageiro está sendo estudada através de métodos de genética reversa, biologia celular e molecular, nas espécies T.cruzi e T.gondii, que pertencem a ordens kinetoplastida e Ampicomplexa.

- Dra. Lysangela Ronalte Alves – PROFESSORA PERMANENTE
O Trypanosoma cruzi apresenta um ciclo complexo e várias evidências sugerem que a regulação da expressão gênica ocorra principalmente por mecanismos pós-transcricionais. Foram identificadas 542 proteínas de complexos mRNPs envolvidas direta ou indiretamente com ligação ao RNA. Este projeto tem por objetivo o estudo funcional dos mRNPs na regulação da expressão gênica em T. cruzi e na caracterização funcional de diferentes proteínas de ligação a mRNA.

Laboratório de Biologia Básica de Células Tronco (LABCET)
- Dr. Bruno Dallagiovanna – PROFESSOR PERMANENTE
A linha de pesquisa esta centrada no estudo dos mecanismos de regulação gênica da diferenciação e autorrenovação de células-tronco humanas. Mecanismos de controle pós-transcricional são essenciais para a resposta a estímulos biológicos produzidos pelo nicho tecidual. Determinam quais mRNAs se associaram à maquinaria de síntese de proteínas e quais serão degradados. O objetivo é identificar redes gênicas e os fatores reguladores responsáveis desta modulação, tanto protéicos como RNAs reguladores.

- Dr. Alejandro Correa Dominguez – PROFESSOR PERMANENTE
Grânulos de RNA são agregados de complexos ribonucleoproteicos (RNP) que têm papel fundamental na regulação da expressão gênica. A pesquisa está caracterizando e determinando a função destes grânulos nas células-tronco humanas. Além disso, alguns dos RNPs são incorporados em vesículas extracelulares (VEs). Estas VEs são parcialmente responsáveis pela capacidade parácrina das células-tronco de regenerar tecidos danificados. O papel das VEs em modelos de regeneração tecidual é objeto de estudo.

- Dr. Marco Augusto Stimamiglio – PROFESSOR PERMANENTE
Estudo dos processos celulares e moleculares básicos envolvidos na diferenciação de células-tronco, notadamente eventos relacionados ao papel do nicho tecidual cardíaco (matriz extracelular e fatores solúveis) como potencial indutor da diferenciação celular.



Laboratório de Genômica Funcional (LABGEN)
- Dr. Christian Macagnan Probst - PROFESSOR PERMANENTE
Com o avanço nas metodologias de sequenciamento de ADN de alta performance, cria-se a demanda pelo desenvolvimento de novos métodos de diagnóstico molecular para doenças infecciosas de interesse da saúde pública brasileira. O objetivo da pesquisa é desenvolver novas abordagens de sequenciamento de ADN para detecção de patógenos, bem como rotinas computadorizadas para a análise dos resultados.

- Dr. Fabricio Klerynton Marchini - PROFESSOR PERMANENTE
Diagnóstico de doenças crônico não infecciosas e desenvolvimento de kits diagnósticos que possibilitem uma escolha de tratamento/cuidado/acompanhamento personalizado mais eficaz, baseado em detecção de características moleculares bem estabelecidas e associadas com uma terapia alvo.

- Dr. Marco Aurélio Krieger - PROFESSOR PERMANENTE
Expressão de proteínas recombinantes em sistemas heterólogos de super expressão para a obtenção de antígenos ou anticorpos recombinantes para a produção de reagentes para o diagnóstico sorológico de Doenças. Desenvolvimento de testes moleculares para identificação quantificação e genotipagem.

Laboratório de Virologia Moleculas (VIROMOL)
- Dra. Claudia Nunes Duarte dos Santos - PROFESSORA PERMANENTE
Com base nos estudos epidemiológicos e moleculares de doenças virais emergentes (Flavivirus, Alphavirus, Arenavirus e Hantavirus), linha de pesquisa desenvolve reagentes para diagnóstico (antígenos virais recombinantes, VLPs e produção de anticorpos monoclonais).

Laboratório de Proteômica e Engenharia de Proteínas
- Dra. Tatiana de Arruda Campos Brasil de Souza - PROFESSORA PERMANENTE
A enzima L-asparaginase (L-ASNase) é um tratamento seletivo para a leucemia linfoide aguda, visto que células tumorais são dependentes de níveis séricos do aminoácido asparagina, que é hidrolisado pela L-ASNase em aspartato e amônia. Com base nas estruturas de L-ASNase já determinadas, o estudo pretende desenhar quimeras que carreguem características desejáveis como uma longa meia-vida, estabilidade e eficiência.

Laboratório de Genômica Funcional (LABGEN)
- Dr. Christian Macagnan Probst - PROFESSOR PERMANENTE
Complementando as atividades desenvolvidas na linha de Biociências, a caracterização de agentes infecciosos, estão os projetos:
- Construção de um sistema de nocautes gênicos em larga escala para Trypanosoma cruzi
- Desenvolvimento de sistema de detecção de fatores cis-regulatórios de expressão gênica
- Desenvolvimento de sistema de produção de anticorpos monoclonais recombinantes obtidos de células individuais

- Dra. Lyris Martins Franco de Godoy - PROFESSORA PERMANENTE
Investiga bases moleculares para compreender como parasitas tripanossomatídeos se diferenciam, adquirem infectividade e são capazes de sobreviver no interior das células hospedeiras, visando descobrir novos alvos para drogas terapêuticas. São utilizadas abordagens de Proteômica Quantitative (LC-MS / MS), Biologia Molecular e Genética Reversa aplicadas a estudos de expressão gênica, sinalização celular e epigenética em diferentes contextos.

- Dr. Marco Aurélio Krieger - PROFESSOR PERMANENTE
Estudo da regulação da expressão gênica do Trypanosoma cruzi, através da utilização de métodos de genômica Funcional, (transcritômica, proteômica, mapas de interação de proteínas, modificações pós tradicionais).

- Dr. Paulo Costa Carvalho - PROFESSOR PERMANENTE Desenvolvimento de métodos experimentais e computacionais aplicados a espectrometria de massas (MS). Utilização destas técnicas no estudo proteômico de patologias, organismos com aplicação potencial em biotecnologia, proteomica estrutural e caracterização de interação entre proteínas analisadas por MS.

Para enxergar o novo, muitas vezes, as limitações das técnicas atuais devem ser superadas. Novas abordagens exigem desenvolvimento de metodos computacionais para viabilizar a interpretação dos dados. Esta união multidisciplinar permite extender os limites das tecnicas ômicas potenicalizado novas descobertas.

TOP