O Laboratório




Células-tronco são células indiferenciadas que possuem a capacidade de autorrenovação e de diferenciação em diversos tipos celulares especializados. A partir da década de 80 as células-tronco ganharam grande importância na comunidade cientifica principalmente pelo seu potencial na terapia celular. A pesquisa em células-tronco na Fiocruz-Paraná teve início em 2005 com um grupo formado pelos posdocs Bruno Dallagiovanna Muñiz e Alejandro Correa Dominguez, a aluna de iniciação científica Patricia Shigunov (hoje pesquisadores do LabCET) e a mestranda Fernanda Mansur (hoje posdoc nos EUA).

A colaboração com Núcleo de Tecnologia Celular da Pontifícia Universidade Católica do Paraná dirigido pelo Dr. Paulo Brofman foi essencial para a consolidação do LabCET; colaboração que se mantem sólida até hoje. Em outubro de 2008, o laboratório de pesquisa básica de células-tronco (LabCET) foi criado no atual Instituto Carlos Chagas da Fiocruz-PR tendo como base o grupo inicial fortalecido pela criação de vagas para pesquisadores em células-tronco e novos estudantes de pós-graduação. Em março de 2015 foi reconhecido como grupo de pesquisa pelo CNPq.


O LabCET possui diversos projetos de pesquisa com foco na compreensão da biologia fundamental das células-tronco humanas. Assim, a caracterização molecular de redes gênicas envolvidas na regulação transcricional e pós-transcricional em diferentes etapas do processo de diferenciação de células-tronco adultas derivadas de diversos tecidos e de células-tronco pluripotentes (embrionárias e pluripotentes induzidas) e o estudo das vias de sinalização ativadas pela interação das células como o entorno biológico são motivos centrais de pesquisa. Com infraestrutura e equipamentos modernos e adequados às suas finalidades. Ao longo dos passados anos a equipe vem colaborando com instituições de pesquisa nacionais e internacionais; colaborações que envolvem projetos conjuntos, intercambio e treinamento de pesquisadores e estudantes e cursos de formação em nível de pós-graduação e graduação.

O LabCET e hoje formado por 5 pesquisadores servidores da Fiocruz sendo uma equipe multidisciplinar e altamente capacitada para a realização das atividades a que se propõem contando com doutores, mestres, estudantes de pós-graduação e graduandos.



Nossa Estrutura
TOP