Erro no Revolution Slider: Slider with alias principal not found.
Maybe you mean: 'banner' or 'diretoria' or 'linha' or 'organograma' or 'dirfetoria' or 'carlos'
Seminário reforça parceria entre os programas de Pós-graduação do ICC e da UFPR
02/07/2015 - Renata Fontoura/Ascom ICC


No último dia 30 de junho um importante evento reforçou ainda mais a parceria entre o Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz Paraná) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR). Um dia de intensa programação marcou o I Seminário de Integração dos Programas de Pós-graduação em Biologia Molecular da UFPR e Biociências e Biotecnologia do ICC. Uma plateia atenta e interessada, formada por docentes, alunos e pesquisadores, acompanhou a apresentação das linhas de pesquisa e da atuação de 19 laboratórios, sendo 9 do ICC e 10 da UFPR. Desde 15 de junho, banners de cada laboratório e linha de pesquisa foram expostos nos corredores das duas instituições como uma preparação para o evento.

Para iniciar as atividades, o coordenador do Programa de Pós-graduação e Biologia Celular e Molecular da UFPR, Ciro Ribeiro, deu boas-vindas aos presentes e ressaltou a importância da integração. “A parceria com o ICC se consolidou em 2012. Hoje, temos docentes que atuam nos dois programas e ainda não tem uma integração efetiva. Nosso potencial de colaboração é enorme e precisamos explorá-lo”, disparou Ciro.

Ainda na abertura do evento, o diretor do ICC, Samuel Goldenberg, fez uma apresentação do ICC e da Fiocruz. Em sua fala, Samuel expôs o histórico do Instituto e a estrutura da Fiocruz, incluindo suas unidades, e a missão e valores da instituição. “A Fiocruz hoje oferece 200 cursos, incluindo as modalidades mestrado e doutorado, possui 61 laboratórios de referência e três fábricas. Criado em 2009, o ICC é pioneiro no projeto de nacionalização da Fiocruz e hoje conta com 218 colaboradores e uma infraestrutura que inclui plataformas tecnológicas, um laboratório NB3 e um dos biotérios mais modernos do país. Nossa pós-graduação, que iniciou suas atividades no mesmo ano da criação do Instituto alcançou um conceito 4 na Capes” ressaltou Samuel.

“Essa iniciativa expõem o potencial que temos não só nas cooperações acadêmicas, como também em projetos que envolvem a pesquisa. Este primeiro passo é importante para definirmos estratégias que contribuam para essa troca e proporcionarem ainda mais a integração”, resume a vice-diretora de Ensino, Informação e Comunicação do ICC, Andrea Ávila. O seminário foi realizado graças aos pesquisadores Lysangela R. Alves e Alejandro C. Dominguez, ambos membros do colegiado do Programa de Pós-graduação do ICC, e os Professores Ciro Ribeiro e Lia Nakao da UFPR.

Os responsáveis pelos laboratórios do ICC de Virologia Molecular, de Biologia Celular, de Biologia Básica de Células-tronco, de Proteômica e Engenharia de Proteínas, de Regulação da Expressão Gênica, além dos responsáveis pelas Plataformas Tecnológicas e representantes do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) apresentaram sua equipe e atuação. O evento foi encerrado com o anúncio da realização, em 2016, do I Simpósio Internacional Araucária de Biologia Celular e Molecular, que visa dar continuidade a interação e trazer pesquisadores internacionais e proporcionar cooperações importantes para os grupos de pesquisa dos programas.



A estrutura da Fiocruz, o histórico e os avanços do ICC foram apresentados pelo diretor Samuel Goldenberg

Galeria de Imagens
TOP