As diversas atividades de pesquisa, produção e atendimento do Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz Paraná) exigem excelência em biossegurança. A biossegurança é uma área de conhecimento definida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como: “condição de segurança alcançada por um conjunto de ações destinadas a prevenir, controlar, reduzir ou eliminar riscos inerentes às atividades que possam comprometer a saúde humana, animal e o meio ambiente”.


O objetivo das ações é garantir que qualquer procedimento científico seja seguro. Ele precisa ser seguro para os profissionais que o realizam, para os pacientes a quem são destinados (quando houver) e para o ambiente e, ao mesmo tempo, ser capaz de gerar resultados de qualidade.

Comissão Interna de Biossegurança – CIBIO/ ICC

A Comissão Interna de Biossegurança (CIBio/ ICC) é composta por colaboradores de diferentes áreas e atua na elaboração, supervisão e aplicação das normas de biossegurança do instituto. Atualmente, é formada pelos seguintes membros:

– Augusto Ramos
– Camila de Azeredo
– Daisy Strottmann
– Kelly Carvalho
– Marco A Stimamiglio.

TOP