Iniciativa apresentou a estrutura dos laboratórios e o trabalho desenvolvido pelos pesquisadores do Instituto No último dia 12 de maio, o Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz) abriu as portas para estudantes do curso de biomedicina do Centro Universitário UniBrasil. Com a visita guiada pela pesquisadora do Laboratório de Virologia Molecular, Camila Zanluca, o grupo de 12

CBEB 2016 – BEM VINDO

quarta-feira, 20, Abril , 2016 by

A XXV edição do Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica (CBEB 2016) acontecerá no período de 17 a 20 de outubro de 2016, no Rafain Palace Hotel & Convention Center, cidade de Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil. O congresso é promovido pela Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica – SBEB, com periodicidade bianual, organizado por pesquisadores vinculados a uma

Com informações do Núcleo de Comunicação e Marketing SENAC PR O Zika vírus é um fenômeno novo que tem desafiado pesquisadores do mundo inteiro.Apesar de ainda haver mais perguntas do que respostas, muito tem sido estudado e desenvolvido para se chegar a conclusões e soluções que possam auxiliar na prevenção e no combate dessa virose.

Processo de planejamento estratégico do município terá duração de 24 meses e será conduzido pelos Observatórios Sesi/Senai/IEL, do Sistema Fiep O presidente do Sistema Fiep fala durante o lançamento: planejamento fará diferença para o futuro de Curitiba (Fotos: Gelson Bampi) Fonte: site FIEP. Curitiba passará por um processo de planejamento estratégico para definir os rumos

O Programa de Pós-graduação em Biociências e Biotecnologia do Instituto Carlos Chagas (ICC/ Fiocruz Paraná) abriu seu ano letivo trazendo inspiração aos seus mestrandos e doutorandos. No último dia 11 de março, uma plateia atenta acompanhou a palestra “Da educação infantil até a pós-graduação”, ministrada pelo professor emérito da Universidade de Brasília (UnB), coordenador do Núcleo de Estudos do Futuro e membro titular de Academia Brasileira de Ciências. Issac Roitman. O convidado falou aos presentes sobre os desafios do ensino no país em todas as suas fases, reforçou a importância de formar lideranças, incluir valores como a ética e a solidariedade na formação e reinventar o ensino da ciência.

Pesquisa analisou amostras de grávidas, vindas de diferentes regiões do Brasil, em diferentes fases da gestação e tecidos de cérebros de bebês que morreram após o parto A relação entre as más-formações congênitas e a infecção por zika vírus (ZIKV) em gestantes foi reforçada por um estudo desenvolvido pelo Instituto Carlos Chagas (ICC/ Fiocruz Paraná)

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, visitou nesta quarta-feira (25/02) o campus da Fundação Oswaldo Cruz em Manguinhos, no Rio de Janeiro, e elogiou os esforços do governo brasileiro e da Fiocruz no enfrentamento do vírus zika. Acompanhada do ministro da Saúde, Marcelo Castro, da diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Carissa Etienne, e do diretor-executivo do Departamento de Surtos e Emergências em Saúde da OMS, Bruce Aylward, Chan foi recebida pelo presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, e participou de entrevista coletiva com a imprensa brasileira e internacional.

Visitando o Brasil a convite do Ministério da Saúde (MS), Margaret Chan afirmou que o principal objetivo de sua agenda era entender pessoalmente os desafios que o país enfrenta e suas estratégias para lidar com o vírus zika e suas consequências para a saúde pública. Segundo Chan, “até que se prove o contrário, o vírus zika é o responsável pelo surto de microcefalia no Brasil”.

Encontro teve como tema central a área de gestão à luz do novo marco de Ciência, Tecnologia e Inovação os dias 25 e 26 de fevereiro, o Instituto Carlos Chagas (ICC/ Fiocruz Paraná) sediou a 35ª Reunião do Fórum das Unidades Regionais da Fiocruz. O encontro teve como foco principal a área da Gestão e

Rangel afirmou que, devido à complexidade do problema, é preciso enfrentá-lo com a ciência, com a ação do poder público, da sociedade civil e com a ação individual. No caso da Fiocruz, ele deu vários exemplos de como a ciência tem ajudado a enfrentar essa questão. “Nós na Fiocruz tratamos isso num plano de enfrentamento dessa questão quando nós passamos a trabalhar com ela em novembro do ano passado. Nós constituímos um gabinete de coordenação das ações da Fiocruz e traçamos o nosso plano nessas dimensões: na atenção, na vigilância, no laboratório, no ensino, na mobilização social, na pesquisa e na comunicação e informação”, afirmou.

Paulo Carvalho é o único brasileiro a fazer parte do seleto grupo que colabora para definir os rumos do periódico científico mais tradicional na área de química analítica

O pesquisador do Laboratório de Proteômica e Engenharia de Proteínas do Instituto Carlos Chagas (ICC/ Fiocruz Paraná), Paulo Costa Carvalho, passou a fazer parte, no mês de fevereiro, do Features Panel, um colegiado especial da revista científica Analytical Chemistry. Periódico centenário e considerado o mais importante na área de química analítica com fator de impacto 5.6, a publicação tem um corpo editorial fixo e a cada três anos busca pesquisadores de destaque para integrar este colegiado, formado com o objetivo de discutir os rumos da revista e sugerir artigos.

TOP